Novidades

 
 
Imagem de Suely Fernandes Coelho Lemos
Agradecimento.
por Suely Fernandes Coelho Lemos - quarta, 13 abril 2016, 10:23
 

Caros(as) colegas servidores, trabalhadores e trabalhadoras da educação - colegas do IFFluminense e também de outras redes da educação pública. Dirijo-me a vocês neste momento de agradecimento pelo companheirismo neste período em que estive à frente da construção da Escola de Formação Continuada dos Trabalhadores da Educação.

Nesta mensagem de agradecimento, peço licença para compartilhar com todos(as) vocês algumas reflexões que me moveram a aceitar, no final do ano de 2014, o desafio de construir um espaço de formação que contribuísse, promovesse, incentivasse e desenvolvesse ações de formação continuada como fator de desenvolvimento profissional e social.

Dentre os elementos que permearam minha reflexão estiveram: a proposta de uma Escola de Formação Continuada pautada na missão dos Institutos Federais, que é promover o desenvolvimento humano, econômico e político do território de abrangência por meio do ensino, da pesquisa, da inovação e da extensão numa perspectiva humanista; e a crença de que a qualidade da educação se garante, também, pela formação permanente de seus trabalhadores. Além dessas reflexões preponderou o desafio de ultrapassar fronteiras institucionais e assumir o compromisso com a educação pública, por meio da formação continuada de seus trabalhadores.

Esses argumentos revelaram, para mim, a consciência e o dever do IFFluminense em assumir o compromisso com a transformação da realidade social tendo em vista ser instituição que carrega em seu gene mudanças de paradigmas com base na aproximação das pessoas, utilizando o melhor que o conhecimento e a tecnologia podem oferecer. A criação da Escola de Formação Continuada dos Trabalhadores da Educação demarca um espaço/tempo desse compromisso do IFFluminense.

Fundamentou nosso trabalho o pensamento, inspirado em Nóvoa (1992), de que a formação continuada constrói, no educador, uma identidade profissional que a assume como necessidade para o exercício de educar.

Essa construção foi bastante significativa em minha trajetória profissional, talvez pelo potencial que traz em si de esperanças de transformação e emancipação pela via do diálogo com o conhecimento. Quero, pois, agradecer ao IFFluminense e a todos(as) que estiveram comigo nessa construção pela confiança, o apoio e a participação colaborativa que muito me enriqueceram. Tenho, a partir desse trabalho, a convicção de que entre os trabalhadores da educação circulam conhecimentos que por meio do diálogo podem ser enriquecidos, divulgados e valorizados e que a formação continuada imprime sim identidade profissional ao(à) educador(a).

Muito obrigada!

Abraços.

Suely.

(Editado por Jonas Defante Terra - sexta, 8 abril 2016, 11:56)